AVALIAÇÃO DO CLIMA DE SEGURANÇA DO PACIENTE ENTRE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM

Autores/as

  • Andreia Castro de Sousa França
  • Wellyson da Cunha Araújo Firmo
  • Wochimann de Melo Lima Pinto
  • Maria Edileuza Soares Moura

Resumen

Objetivo: Avaliar o clima de segurança sob a perspectiva dos profissionais da equipe de enfermagem, atuantes
nas clínicas médica e cirúrgica de dois hospitais do interior do estado do Maranhão, Brasil, após realização
de uma capacitação sobre segurança do paciente. Material e método: Estudo com abordagem quantitativa do
tipo pós-intervenção que recrutou 105 profissionais de enfermagem atuantes nas clínicas médica e cirúrgica
de dois hospitais. Após uma capacitação sobre segurança do paciente aplicou o Safety Attitudes Questionnaire
(SAQ). Resultados: Os escores por cada domínio do SAQ nas clínicas médica e cirúrgica em Açailândia e
Imperatriz respectivamente foram: clima de trabalho em equipe, 54,67 e 63,43; clima de segurança, 57,25 e
53,99; satisfação no trabalho, 81,67 e 80,59; percepção de estresse, 46,40 e 66,51; percepção da gerência do
hospital, 57,27 e 54,03; condições de trabalho, 57,27 e 51,02. Em uma escala com escore máximo de 100 e
aceitável de 75, o escore final do SAQ foi 58,75 em Açailândia e 60,43 em Imperatriz, que são considerados
baixos. Conclusão: Identificaram-se graves deficiências no clima de segurança com escores abaixo de 75 e a
necessidade da implantação, eficaz, dos protocolos de segurança do paciente.

Publicado

2020-06-26

Cómo citar

Castro de Sousa França, A. ., da Cunha Araújo Firmo, W. ., de Melo Lima Pinto, W. ., & Soares Moura, M. E. . (2020). AVALIAÇÃO DO CLIMA DE SEGURANÇA DO PACIENTE ENTRE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM . Ciencia Y Enfermería, 26. Recuperado a partir de https://revistas.udec.cl/index.php/cienciayenfermeria/article/view/2074

Número

Sección

Investigaciones